Login processing...

Trial ends in Request Full Access Tell Your Colleague About Jove

6.10: Sinalização Endócrina
TABLE OF
CONTENTS

JoVE Core
Biology

A subscription to JoVE is required to view this content. You will only be able to see the first 20 seconds.

Education
Endocrine Signaling
 
TRANSCRIPT

6.10: Endocrine Signaling

6.10: Sinalização Endócrina

Endocrine cells produce hormones to communicate with remote target cells found in other organs. The hormone reaches these distant areas using the circulatory system. This exposes the whole organism to the hormone but only those cells expressing hormone receptors or target cells are affected. Thus, endocrine signaling induces slow responses from its target cells but these effects also last longer.

There are two types of endocrine receptors: cell surface receptors and intracellular receptors. Cell surface receptors work similarly to other membrane bound receptors. Hormones, the ligand, bind to a hormone specific G-protein coupled receptor. This initiates conformational changes in the receptor, releasing a subunit of the G-protein. The protein activates second messengers which internalize the message by triggering signaling cascades and transcription factors.

Many hormones work through cell surface receptors, including epinephrine, norepinephrine, insulin, prostaglandins, prolactin, and growth hormones.

Steroid hormones, like testosterone, estrogen, and progesterone, transmit signals using intracellular receptors. These hormones are small hydrophobic molecules so they move directly past the outer cell membrane. Once inside, and if that cell is a target cell, the hormone binds to its receptor. Binding creates a conformational change in the receptor which activates its potential as a transcription factor. Once activated, the receptor or hormone-receptor complex promote or suppress gene expression.

The intracellular hormone receptors are a large superfamily of receptors but they all have a similar single polypeptide chain with three distinct domains. The N-terminus is the active transcription factor domain. The middle contains a DNA binding domain specific for the gene of interest. And the hormone binds to a domain at the C-terminus.

Células endócrinas produzem hormônios para se comunicar com células alvo remotas encontradas em outros órgãos. O hormônio atinge essas áreas distantes usando o sistema circulatório. Isso expõe todo o organismo ao hormônio, mas apenas as células que expressam receptores hormonais ou células-alvo são afetadas. Assim, a sinalização endócrina induz respostas lentas de suas células-alvo, mas esses efeitos também duram mais tempo.

Existem dois tipos de receptores endócrinos: receptores de superfície celular e receptores intracelulares. Receptores de superfície celular funcionam de forma semelhante a outros receptores ligados à membrana. Hormônios, o ligante, ligam-se a um receptor específico de proteína G. Isso inicia alterações conformais no receptor, liberando uma subunidade da proteína G. A proteína ativa segundo mensageiros que internalizam a mensagem acionando cascatas de sinalização e fatores de transcrição.

Muitos hormônios trabalham através de receptores de superfície celular, incluindo epinefrina, norepinefrina, insulina, prostaglandinas, prolactina e hormônios de crescimento.

Hormônios esteroides, como testosterona, estrogênio e progesterona, transmitem sinais usando receptores intracelulares. Esses hormônios são pequenas moléculas hidrofóbicas, por isso se movem diretamente além da membrana celular externa. Uma vez dentro, e se essa célula é uma célula alvo, o hormônio se liga ao seu receptor. A vinculação cria uma mudança conformacional no receptor que ativa seu potencial como fator de transcrição. Uma vez ativado, o complexo receptor ou hormônio-receptor promove ou suprime a expressão genética.

Os receptores hormonais intracelulares são uma grande superfamília de receptores, mas todos eles têm uma cadeia de polipeptídeo semelhante com três domínios distintos. O N-terminus é o domínio do fator de transcrição ativa. O meio contém um domínio de ligação de DNA específico para o gene de interesse. E o hormônio se liga a um domínio no C-terminus.


Suggested Reading

Get cutting-edge science videos from JoVE sent straight to your inbox every month.

Waiting X
simple hit counter