Login processing...

Trial ends in Request Full Access Tell Your Colleague About Jove

10.4: DNA Genómico em Eucariotas
TABELA DE
CONTEÚDO

JoVE Core
Biology

A subscription to JoVE is required to view this content. You will only be able to see the first 20 seconds.

Education
Genomic DNA in Eukaryotes
 
TRANSCRIÇÃO

10.4: DNA Genómico em Eucariotas

Os eucariotas têm genomas grandes em comparação com os procariotas. Para o seu genoma caber em uma célula, o DNA eucariótico é extraordinariamente empacotado dentro do núcleo. Para isso, o DNA é fortemente enrolado em volta de proteínas chamadas histonas, que estão empacotadas em nucleossomas unidos por DNA linker e enrolam-se em fibras de cromatina. Proteínas fibrosas adicionais compactam ainda mais a cromatina, que é reconhecível como cromossomas durante certas fases da divisão celular.

O Genoma Humano Medido em Metros

A maioria das células do corpo humano contém cerca de 6 mil milhões de pares de bases de DNA empacotados em 23 pares de cromossomas. É difícil imaginar exatamente quanto DNA esses números representam, e, portanto, é difícil perceber o quão densamente embalado o DNA deve estar para caber em uma célula. Podemos ter alguma ideia expressando o genoma em termos de comprimento. Se colocássemos o DNA de uma única célula diplóide em linha reta, teria cerca de dois metros de comprimento!

Note que os humanos não têm genomas extraordinariamente grandes. Muitos peixes, anfíbios e angiospérmicas têm genomas muito maiores do que os humanos. Por exemplo, o genoma haplóide da angiospérmica Japonesa Paris japonica contém cerca de 50 vezes mais DNA do que o genoma haplóide humano. Esses números enfatizam o trabalho surpreendente que as histonas e outras proteínas de remodelação de cromatina precisam fazer para embalar DNA.


Sugestão de Leitura

Get cutting-edge science videos from JoVE sent straight to your inbox every month.

Waiting X
simple hit counter