Login processing...

Trial ends in Request Full Access Tell Your Colleague About Jove

15.6: Células Estaminais Embrionárias
TABELA DE
CONTEÚDO

JoVE Core
Biology

This content is Free Access.

Education
Embryonic Stem Cells
 
TRANSCRIÇÃO

15.6: Células Estaminais Embrionárias

As células estaminais embrionárias (ES) são células pluripotentes indiferenciadas, o que significa que podem produzir qualquer tipo de célula no corpo. Isso dá-lhes um enorme potencial na ciência e na medicina, uma vez que elas podem gerar tipos de células específicas para uso em investigação ou para substituir células do corpo perdidas devido a lesões ou doenças.

Origem

As células ES estão presentes na massa celular interna de um embrião no estágio de blastocisto, que ocorre cerca de 3 a 5 dias após a fertilização em humanos antes do embrião ser implantado no útero. As células ES humanas são geralmente derivadas de embriões doados que sobraram do processo de fertilização in vitro (FIV).

As células são recolhidas e colocadas em cultura, onde podem dividir-se indefinidamente—criando linhas celulares ES. Sob certas condições, as células ES podem diferenciar-se—seja espontaneamente em uma variedade de tipos de células, ou de forma direcionada para produzir tipos de células desejadas. Os cientistas podem controlar que tipos de células são produzidas manipulando as condições da cultura—como mudar a superfície da caixa de cultura ou adicionar fatores específicos de crescimento ao meio da cultura—bem como modificando geneticamente as células. Através desses métodos, os investigadores têm sido capazes de produzir muitos tipos de células específicas a partir de células ES, incluindo células do sangue, nervo, coração, osso, fígado e pâncreas.

Medicina Regenerativa

A medicina regenerativa diz respeito à criação de tecidos vivos e funcionais para substituir os mortos, doentes ou com mau funcionamento. Dada a sua capacidade de se diferenciarem em qualquer tipo de célula, as células ES são usadas na medicina regenerativa. Embora este campo ainda esteja nos estágios iniciais, vários tipos de células potencialmente benéficas foram produzidos a partir de células ES, e estudos clínicos começaram a testar a sua segurança e eficácia em pacientes. Alguns resultados iniciais têm sido promissores—por exemplo, pacientes paralisados recuperaram algum movimento depois de receber células do sistema nervoso derivadas de células ES. Além disso, as células ES podem ser usadas para estudar eventos iniciais do desenvolvimento humano—o que é de outra forma difícil—e fornecem uma fonte de tipos de células específicas que podem ser usadas em testes de fármacos e outras investigações científicas.


Sugestão de Leitura

Get cutting-edge science videos from JoVE sent straight to your inbox every month.

Waiting X
simple hit counter