Login processing...

Trial ends in Request Full Access Tell Your Colleague About Jove

17.8: Regulação Hormonal
TABLE OF
CONTENTS

JoVE Core
Biology

A subscription to JoVE is required to view this content. You will only be able to see the first 20 seconds.

Education
Hormonal Regulation
 
TRANSCRIPT

17.8: Hormonal Regulation

17.8: Regulação Hormonal

Hormones regulate a significant portion of digestion through activation of the neuroendocrine system. The neuroendocrine system of digestion contains many different hormones all with multiple functions that are both, directly and indirectly, involved in digestion.

The Process

Starting in the stomach, when proteins are detected by sensory neurons of the enteric nervous system, the pyloric gland is stimulated to release gastrin. In turn, this hormone induces the release of histamine. Combined, they initiate the production of hydrochloric acid which facilitates digestion—turning food into chyme. When the pH of the stomach becomes more acidic, a negative feedback loop halts the production of both hormones.

The chyme then moves to the duodenum, where several hormones are released—each with multiple functions. Some inhibit digestion in the stomach. Gastric inhibitory peptide (GIP) slows stomach churning. Secretin inhibits gastric juice production and, along with cholecystokinin (CCK), induces the pyloric sphincter between the stomach and duodenum to close. This limits the volume of chyme in the duodenum, pacing the rate of digestion.

Once the chyme is in the duodenum, secretin prompts the release of bicarbonate from the pancreas. This reduces the acidity of the chyme, protecting the sensitive lining of the duodenum and setting up an optimal environment in which digestive enzymes can function. Digestive enzymes and bile are released from the pancreas and gallbladder when stimulated by CCK, allowing digestion to continue through the small intestine.

At the end of the small intestine, in the ileum, another hormone is released: peptide YY (PYY) just as chyme is passing into the large intestine. This hormone is released over time, peaking about 1-2 hours after eating. Its function is to slow the passage of chyme into the large intestine so water and electrolytes can be maximally absorbed. It also serves as a satiety signal to the brain, indicating to the organism to stop eating. PYY may play a role in obesity. Low levels of PYY have been observed in obese compared to non-obese individuals. A synthetic analog of PYY is being investigated as a possible treatment for obesity.

Os hormônios regulam uma parte significativa da digestão através da ativação do sistema neuroendócrino. O sistema neuroendócrino de digestão contém muitos hormônios diferentes, todos com múltiplas funções que estão, direta e indiretamente, envolvidas na digestão.

O Processo

Começando no estômago, quando as proteínas são detectadas por neurônios sensoriais do sistema nervoso entérico, a glândula pilosa é estimulada a liberar gastrina. Por sua vez, este hormônio induz a liberação de histamina. Combinados, eles iniciam a produção de ácido clorídrico que facilita a digestão — transformando alimentos em chyme. Quando o pH do estômago se torna mais ácido, um ciclo de feedback negativo interrompe a produção de ambos os hormônios.

O chyme então se move para o duodeno, onde vários hormônios são liberados — cada um com múltiplas funções. Alguns inibem a digestão no estômago. Peptídeo inibidor gástrico (GIP) retarda a agitação estomacal. Secretina inibe a produção de suco gástrico e, juntamente com a colecistocina (CCK), induz o esfíncter pilórico entre o estômago e o duodeno para fechar. Isso limita o volume de chyme no duodeno, acelerando a taxa de digestão.

Uma vez que o chyme está no duodeno, secretin solicita a liberação de bicarbonato do pâncreas. Isso reduz a acidez da chyme, protegendo o revestimento sensível do duodeno e configurando um ambiente ideal no qual as enzimas digestivas podem funcionar. Enzimas digestivas e bile são liberadas do pâncreas e da vesícula biliar quando estimuladas pela CCK, permitindo que a digestão continue através do intestino delgado.

No final do intestino delgado, no íleo, outro hormônio é liberado: peptídeo YY (PYY) assim como chyme está passando para o intestino grosso. Este hormônio é liberado ao longo do tempo, atingindo o pico cerca de 1-2 horas depois de comer. Sua função é retardar a passagem de chyme para o intestino grosso para que a água e os eletrólitos possam ser absorvidos ao máximo. Também serve como um sinal de saciedade para o cérebro, indicando ao organismo para parar de comer. PYY pode desempenhar um papel na obesidade. Baixos níveis de PYY têm sido observados em indivíduos obesos em comparação com indivíduos não obesos. Um análogo sintético de PYY está sendo investigado como um possível tratamento para a obesidade.


Suggested Reading

Get cutting-edge science videos from JoVE sent straight to your inbox every month.

Waiting X
simple hit counter