Login processing...

Trial ends in Request Full Access Tell Your Colleague About Jove

20.4: Remodelação Óssea
TABLE OF
CONTENTS

JoVE Core
Biology

A subscription to JoVE is required to view this content. You will only be able to see the first 20 seconds.

Education
Bone Remodeling
 
TRANSCRIPT

20.4: Bone Remodeling

20.4: Remodelação Óssea

Bone remodeling is a continuous and balanced process of bone resorption by osteoclasts and bone formation by osteoblasts. In adults, it helps maintain bone mass and calcium homeostasis. While mechanical stress can stimulate turnover as part of the normal maintenance and reparative process, several hormones also regulate bone remodeling.

Hormonal Control of Bone Remodeling

Parathyroid hormone (PTH) maintains homeostatic control of blood calcium levels by regulating bone resorption. PTH is released from the parathyroid glands in response to low levels of calcium in the blood. It stimulates osteoblasts to produce immune molecules that promote the differentiation of precursor cells into osteoclasts. Activation of osteoclasts promotes bone resorption, causing the mineralized bone matrix to break down and release calcium into the blood. When blood calcium levels are restored, a negative-feedback loop prevents further release of PTH.

Osteoporosis

Osteoporosis is a disease in which bone resorption exceeds bone formation, resulting in reduced bone density. Osteoporosis is more prevalent in women, especially after menopause. This is due to the critical role played by the female sex hormone—estrogen—in bone remodeling. Estrogen limits the formation of osteoclasts and promotes their destruction via apoptosis. This ensures that bone formation is higher than bone resorption. However, estrogen levels decline severely in menopausal women. Therefore, bone resorption outpaces its creation, leading to a loss of bone strength and increased risk of fractures.

A remodelação óssea é um processo contínuo e equilibrado de reabsorção óssea por osteoclastos e formação óssea por osteoblastos. Em adultos, ela ajuda a manter a massa óssea e a homeostase de cálcio. Embora o stress mecânico possa estimular a rotatividade como parte do processo normal de manutenção e reparação, várias hormonas também regulam a remodelação óssea.

Controlo Hormonal da Remodelação Óssea

A hormona paratiróide (PTH) mantém o controlo homeostático dos níveis de cálcio no sangue regulando a reabsorção óssea. A PTH é libertada das glândulas paratiróides em resposta aos baixos níveis de cálcio no sangue. Ela estimula os osteoblastos a produzir moléculas imunes que promovem a diferenciação das células precursoras em osteoclastos. A ativação dos osteoclastos promove a reabsorção óssea, fazendo com que a matriz óssea mineralizada quebre e liberte cálcio no sangue. Quando os níveis de cálcio no sangue são restaurados, um ciclo de feedback negativo impede a libertação adicional de PTH.

Osteoporose

A osteoporose é uma doença na qual a reabsorção óssea excede a formação óssea, resultando na redução da densidade óssea. A osteoporose é mais prevalente nas mulheres, especialmente após a menopausa. Isso deve-se ao papel crítico desempenhado pela hormona sexual feminina—estrogénio—na remodelação óssea. O estrogénio limita a formação de osteoclatos e promove a sua destruição através da apoptose. Isso garante que a formação óssea seja maior do que a reabsorção óssea. No entanto, os níveis de estrogónio diminuem severamente nas mulheres em menopausa. Portanto, a reabsorção óssea supera a sua formação, levando à perda de força óssea e ao aumento do risco de fraturas.


Suggested Reading

Get cutting-edge science videos from JoVE sent straight to your inbox every month.

Waiting X
simple hit counter