Login processing...

Trial ends in Request Full Access Tell Your Colleague About Jove

28.4: Orçamentos Energéticos
TABLE OF
CONTENTS

JoVE Core
Biology

A subscription to JoVE is required to view this content. You will only be able to see the first 20 seconds.

Education
Energy Budgets
 
TRANSCRIPT

28.4: Energy Budgets

28.4: Orçamentos Energéticos

Organisms must balance energy intake with the energy required for growth, maintenance and reproduction. These trade-offs result in a variety of survivorship and reproductive strategies, including semelparity and iteroparity. Semelparous species, like annual plants, have only one reproductive episode in their lifetimes and consequently have short lifespans. Iteroparous species, by contrast, have many reproductive events during their lifetimes but have relatively few offspring. These two strategies are not mutually exclusive but represent two extremes on a continuum of possible reproductive strategies.

Semelparity and Iteroparity

During its lifetime, an organism has a limited amount of energy and resources available to it and must allocate the energy to growth, reproduction, and maintenance. Energy used for reproduction cannot be used for growth and vice versa. This creates a trade-off among fecundity, growth, and survivorship that is reflected by a variety of reproductive strategies. Two primary reproductive strategies are semelparity and iteroparity. However, rather than being strictly semelparous or iteroparous, many organisms lie somewhere on a continuum between the two reproductive strategies.

A truly semelparous species allocates all available resources to reproduction at the expense of lifespan, reproducing only once before death, but producing many offspring. Semelparous organisms include annual plants, which complete their entire life cycles in just one season.

On the other hand, iteroparous species have multiple reproductive events over the course of their lifespans. These organisms often produce fewer offspring per reproductive episode, but provide greater care for each offspring. Iteroparous species include birds; nearly all mammals; most perennial plants, reptiles, fish, and mollusks; and several insects.

Os organismos devem equilibrar a captação de energia com a energia necessária para o crescimento, manutenção e reprodução. Esses compromissos resultam em uma variedade de estratégias de sobrevivência e reprodução, incluindo semelparidade e iteroparidade. As espécies semelparas, como as plantas anuais, têm apenas um episódio reprodutivo nas suas vidas e, consequentemente, têm uma vida útil curta. As espécies de iteróparas, em contraste, têm muitos eventos reprodutivos durante as suas vidas, mas têm relativamente poucos descendentes. Essas duas estratégias não são mutualmente exclusivas, mas representam dois extremos em um continuum de possíveis estratégias reprodutivas.

Semelparidade e Iteroparidade

Durante sua vida, um organismo tem uma quantidade limitada de energia e recursos disponíveis para si e deve alocar a energia para o crescimento, reprodução e manutenção. A energia utilizada para reprodução não pode ser usada para crescimento e vice-versa. Isso cria um compromisso entre fecundidade, crescimento e sobrevivência que se reflete em uma variedade de estratégias reprodutivas. Duas estratégias reprodutivas primárias são a semelparidade e a iteroparidade. No entanto, em vez de serem estritamente semelparos ou iteróparos, muitos organismos estão em algum lugar em um continuum entre as duas estratégias reprodutivas.

Uma espécie verdadeiramente semelpara aloca todos os recursos disponíveis para reprodução em detrimento da vida útil, reproduzindo-se apenas uma vez antes da morte, mas produzindo muitos descendentes. Organismos semelparos incluem plantas anuais, que completam os seus ciclos de vida inteiros em apenas uma estação.

Por outro lado, as espécies de iteróparas têm múltiplos eventos reprodutivos ao longo das suas vidas. Esses organismos geralmente produzem menos descendentes por episódio reprodutivo, mas fornecem maior cuidado a cada descendente. As espécies de iteróparas incluem aves; quase todos os mamíferos; plantas mais perenes, répteis, peixes e moluscos; e vários insetos.


Suggested Reading

Get cutting-edge science videos from JoVE sent straight to your inbox every month.

Waiting X
simple hit counter