Login processing...

Trial ends in Request Full Access Tell Your Colleague About Jove

36.2: Fotorreceptores e Respostas das Plantas à Luz
TABELA DE
CONTEÚDO

JoVE Core
Biology

A subscription to JoVE is required to view this content. You will only be able to see the first 20 seconds.

Education
Photoreceptors and Plant Responses to Light
 
TRANSCRIÇÃO

36.2: Fotorreceptores e Respostas das Plantas à Luz

A luz desempenha um papel significativo na regulação do crescimento e desenvolvimento das plantas. Além de fornecer energia para fotossíntese, a luz fornece outros sinais importantes para regular uma gama de respostas de desenvolvimento e fisiológicas nas plantas.

O que é um Fotorreceptor?

As plantas respondem à luz usando um conjunto único de proteínas sensíveis à luz chamadas fotorreceptores. Fotorreceptores contêm fotopigmentos, que consistem em um componente proteico ligado a um pigmento não-proteico, que absorve luz, chamado cromóforo. Existem vários tipos diferentes de fotorreceptores, que variam nas suas sequências de aminoácidos e no tipo de cromóforos presentes. Esses tipos respondem de forma máxima a diferentes comprimentos de onda específicos de luz, variando de ultravioleta B (280-315 nanómetros) a vermelho extremo (700-750 nanómetros). A absorção de luz do cromóforo provoca mudanças estruturais no fotorreceptor, desencadeando uma série de eventos de transdução de sinal que resultam em mudanças na expressão genética.

O Sistema Fitocromático

Muitos tipos de fotorreceptores estão presentes nas plantas. Fitocromos são uma classe de fotorreceptores que sentem luz vermelha e vermelha extrema. O sistema fitocromático atua como um interruptor de luz natural, permitindo que as plantas respondam à intensidade, duração e cor da luz ambiental.

O sistema fitocromático desempenha um papel significativo na fotomorfogénese—o crescimento e o desenvolvimento das plantas em resposta à luz. A luz solar brilhante contém mais luz vermelha do que luz vermelha extrema. A clorofila absorve fortemente a luz vermelha, pelo que as regiões sombreadas da planta recebem mais luz vermelha extrema do que luz vermelha.

As plantas usam fitocromos para adaptarem o seu crescimento em resposta à luz vermelha e vermelha extrema. A exposição à luz vermelha extrema em regiões sombreadas desencadeia o alongamento de caules e pecíolos para procurar luz. Por outro lado, a exposição a comprimentos de onda vermelhos da luz solar não filtrada aumenta o crescimento lateral e a ramificação.


Sugestão de Leitura

Get cutting-edge science videos from JoVE sent straight to your inbox every month.

Waiting X
simple hit counter