Login processing...

Trial ends in Request Full Access Tell Your Colleague About Jove

7.3: Interferência e Difração
TABELA DE
CONTEÚDO

JoVE Core
Chemistry

A subscription to JoVE is required to view this content. You will only be able to see the first 20 seconds.

Education
Interference and Diffraction
 
TRANSCRIÇÃO

7.3: Interferência e Difração

A interferência é um fenómeno característico exibido por ondas. Quando duas ondas eletromagnéticas interagem com os seus picos e vales a coincidirem, uma onda resultante com amplitude melhorada é produzida. Isto é conhecido como interferência construtiva. Neste caso, as duas ondas que interagem estão em fase uma com a outra.

Alternativamente, se as duas ondas coincidirem e interagirem de forma a que o vale de uma onda coincida com o pico da outra (de forma desfasada), a onda resultante apresentará uma amplitude muito inferior. Isto é conhecido como interferência destrutiva.

As ondas também mostram um comportamento característico chamado difração. Quando um feixe de luz passa por uma fenda com um tamanho comparável ao comprimento de onda do feixe incidente - o feixe dobra-se (ou difrata) ao redor da fenda. Pelo contrário, quando um fluxo de partículas passa através de uma fenda, as partículas simplesmente saem através da abertura.

Além disso, quando um feixe de luz passa através de um par de fendas próximas separadas por uma distância comparável ao comprimento de onda da luz, são produzidas ondas circulares em cada fenda pelo processo de difração. Estas duas ondas interferem umas com as outras, de modo que um padrão de interferência com linhas escuras e brilhantes alternadas é obtido em uma tela colocada a uma curta distância atrás das fendas.

A linha brilhante é produzida no centro da tela, uma vez que as duas ondas percorrem uma distância igual para alcançar esse ponto e interferem construtivamente. Quando as duas ondas percorrem a pequena distância do centro para qualquer direção, elas percorrem distâncias ligeiramente diferentes. Estão fora de fase. Quando a diferença nas suas distâncias percorridas é exatamente uma metade do comprimento de onda,   elas encontram-se produzindo interferência destrutiva. As regiões escuras correspondem a regiões onde os picos da onda de uma fenda coincidem com os vales da onda da outra fenda (interferência destrutiva), enquanto que as regiões mais brilhantes correspondem às regiões onde os picos das duas ondas (ou os seus dois vales) acabam por coincidir (interferência construtiva). O padrão de difração é uma propriedade inerente das ondas e apresenta evidências convincentes para a natureza ondulatória da luz. 

Este texto foi adaptado de Openstax, Chemistry 2e, Section 6.1: Electromagnetic Energy.

Get cutting-edge science videos from JoVE sent straight to your inbox every month.

Waiting X
simple hit counter