Login processing...

Trial ends in Request Full Access Tell Your Colleague About Jove

15.11: Determinação do pH de Soluções Salinas
TABELA DE
CONTEÚDO

JoVE Core
Chemistry

A subscription to JoVE is required to view this content. You will only be able to see the first 20 seconds.

Education
Determining the pH of Salt Solutions
 
TRANSCRIÇÃO

15.11: Determinação do pH de Soluções Salinas

O pH de uma solução salina é determinado pelos seus aniões e catiões componentes. Os sais que contêm aniões de pH neutro e catiões que produzem iões hidrónio formam uma solução com um pH inferior a 7. Por exemplo, em solução de nitrato de amónio (NH4NO3), iões NO3 não reagem com água, enquanto que iões NH4+ produzem iões hidrónio, resultando em solução ácida.  Em contraste, os sais que contêm catiões de pH neutro e aniões que produzem iões hidróxido formam uma solução com um pH superior a 7. Por exemplo, em solução de fluoreto de sódio (NaF), a Na+ tem pH neutro, mas F- produz iões hidróxido e forma a solução básica. Os contraiões de um ácido ou de uma base forte são neutros em termos de pH e os sais formados por esses contraiões formam uma solução neutra com um pH igual a 7. Por exemplo, no KBr, o catião K+ é inerte e não afeta o pH. O ião brometo é a base conjugada de um ácido forte e, por isso, tem força básica insignificante (sem ionização básica apreciável). A solução é neutra.

Alguns sais contêm tanto um catião ácido como um anião básico. A acidez ou a basicidade total de uma solução é determinada pela força relativa do catião e do anião, que pode ser comparada usando Ka e Kb. Por exemplo, em NH4F, o ião NH4+ é ácido e o ião F é básico (base conjugada do ácido fraco HF). Comparando as duas constantes de ionização: Ka do NH4+ é 5,6 × 10−10 e Kb do F é 1,6 × 10−11, pelo que a solução é ácida, uma vez que Ka > Kb.

Cálculo do pH de uma Solução Salina Ácida

A anilina é uma amina que é utilizada para fabricar corantes. É isolada como cloreto de anilínio, [C6H5NH3+]Cl, um sal preparado pela reação da base fraca anilina com ácido clorídrico. Qual é o pH de uma solução de cloreto de anilínio a 0,233 M?

Eq1

A Ka para o ião anilínio é derivado da Kb para a sua base conjugada, anilina:

Eq2

Utilizando as informações fornecidas, é preparada uma tabela ICE para este sistema:

C6H5NH3+ (aq) H3O+ (aq) C6H5NH2 (aq)
Concentração Inicial (M) 0,233 ~0 0
Alteração (M) x +x +x
Concentração em Equilíbrio (M) 0,233 − x x x

Substituindo estes termos de concentração de equilíbrio na expressão de Ka obtemos

Eq3

Assumindo que x << 0,233, a equação é simplificada e resolvida para x: 

Eq4

Eq5

A tabela ICE define x como a molaridade de iões hidrónio e, assim, o pH é calculado como

Eq6

Hidrólise de [Al(H2O)6]3+

Cálculo do pH de uma solução de cloreto de alumínio a 0,10 M, que se dissolve completamente para dar iões de alumínio hidratado [[Al(H2O)6]3+ em solução.

A equação para a reação e Ka são:

Eq7

Uma tabela ICE com as informações fornecidas é

Al(H2O)63+ (aq) H3O+ (aq) Al(H2O)5(OH)2+ (aq)
Concentração Inicial (M) 0,10 ~0 0
Alteração (M) −x +x +x
Concentração em Equilíbrio (M) 0,10 − x x x

Substituindo as expressões das concentrações de equilíbrio na equação para a constante de ionização obtemos:

Eq8

Assumindo que x << 0,10 e resolvendo a equação simplificada obtemos:

Eq9

A tabela ICE definiu x como sendo igual à concentração de iões hidrónio, e então o pH é calculado como sendo 2,92, e a solução é ácida.

Eq10

Este texto é adaptado de Openstax, Chemistry 2e, Section 14.4: Hydrolysis of Salts.

Get cutting-edge science videos from JoVE sent straight to your inbox every month.

Waiting X
simple hit counter