Login processing...

Trial ends in Request Full Access Tell Your Colleague About Jove

15.14: Ácidos e Bases de Lewis
TABELA DE
CONTEÚDO

JoVE Core
Chemistry

A subscription to JoVE is required to view this content. You will only be able to see the first 20 seconds.

Education
Lewis Acids and Bases
 
TRANSCRIÇÃO

15.14: Ácidos e Bases de Lewis

Em 1923, G. N. Lewis propôs uma definição generalizada de comportamento ácido-base em que ácidos e bases são identificados pela sua capacidade de aceitar ou doar um par de eletrões e formar uma ligação covalente coordenada.

Uma ligação covalente coordenada (ou ligação dativa) ocorre quando um dos átomos na ligação fornece ambos os eletrões de ligação. Por exemplo, uma ligação covalente coordenada ocorre quando uma molécula de água se combina com um ião de hidrogénio para formar um ião hidrónio. Uma ligação covalente coordenada também resulta quando uma molécula de amoníaco se combina com um ião de hidrogénio para formar um ião amónio. Ambas estas equações são mostradas aqui.

Image1

Reações que envolvem a formação de ligações covalentes coordenadas são classificadas como química ácido-base de Lewis. A espécie que doa o par de eletrões que compõe a ligação é uma base de Lewis, a espécie que aceita o par de eletrões é um ácido de Lewis, e o produto da reação é um aduto ácido-base de Lewis. Como mostram os dois exemplos acima, as reações ácido-base de Brønsted-Lowry representam uma subcategoria de reações de ácido de Lewis, especificamente aquelas em que a espécie ácida é H+. Alguns exemplos envolvendo outros ácidos e bases de Lewis são descritos abaixo.

O átomo de boro em trifluoreto de boro, BF3, tem apenas seis eletrões na sua camada de valência. Estando longe do octeto preferido, BF3 é um ácido de Lewis muito bom e reage com muitas bases de Lewis; um ião fluoreto é a base de Lewis nesta reação, doando um dos seus pares solitários:

Image2

Na reação seguinte, cada uma das duas moléculas de amoníaco, bases de Lewis, doa um par de eletrões a um ião de prata, o ácido de Lewis:

Image3

Os óxidos de não metais agem como ácidos de Lewis e reagem com iões óxido, bases de Lewis, para formar oxianiões:

Image4

Muitas reações ácido-base de Lewis são reações de deslocamento em que uma base de Lewis desloca outra base de Lewis de um aduto ácido-base, ou em que um ácido de Lewis desloca outro ácido de Lewis:

Image5

Outro tipo de química ácido-base de Lewis envolve a formação de um ião complexo (ou um complexo de coordenação) que compreende um átomo central, tipicamente um catião de metal de transição, rodeado por iões ou moléculas chamadas ligandos. Estes ligandos podem ser moléculas neutras, como H2O ou NH3, ou iões, como CN ou OH. Muitas vezes, os ligandos agem como bases de Lewis, doando um par de eletrões ao átomo central.

Este texto é adaptado de Openstax, Chemistry 2e, Section 15.2: Lewis Acids and Bases.

Get cutting-edge science videos from JoVE sent straight to your inbox every month.

Waiting X
simple hit counter