População Estratégias de substituição para Populações Vector Controle e Uso de Wolbachia para pipientis Unidade Genética

Published 7/04/2007
0 Comments
  CITE THIS  SHARE 
Biology

Your institution must subscribe to JoVE's Biology section to access this content.

Fill out the form below to receive a free trial or learn more about access:

Welcome!

Enter your email below to get your free 10 minute trial to JoVE!





By clicking "Submit", you agree to our policies.

 

Summary

Nesta entrevista, Jason Rasgon explica o conceito de unidade de genética e as características de um sistema eficaz gene unidade. O uso da bactéria endossimbiótica, Wolbachia pipientis, como um meio para espalhar genes através das populações de mosquitos, é uma hipótese.

Cite this Article

Copy Citation

Rasgon, J. Population Replacement Strategies for Controlling Vector Populations and the Use of Wolbachia pipientis for Genetic Drive. J. Vis. Exp. (5), e225, doi:10.3791/225 (2007).

Please note that all translations are automatically generated.

Click here for the english version. For other languages click here.

Abstract

Neste vídeo, Jason Rasgon discute estratégias população substituição ao controle de doenças transmitidas por vetores, como malária e dengue. "Reposição da população" é a substituição de populações de vetores silvestres (que são competentes para transmitir patógenos) com aqueles que não são competentes para transmitir patógenos. Existem várias estratégias teóricas para fazer isso. Uma delas é explorar as bactérias simbióticas herdado maternalmente-Wolbachia pipientis. Wolbachia é um parasita que se espalha generalizada reprodutiva de uma forma egoísta na medida de adequação de seu hospedeiro. Jason Rasgon discute, em detalhe, a biologia básica deste simbionte bacteriano e várias maneiras de usá-lo para o controle de doenças transmitidas por vetores.

Comments

0 Comments


    Post a Question / Comment / Request

    You must be signed in to post a comment. Please or create an account.

    Video Stats