Waiting
Login processing...

Trial ends in Request Full Access Tell Your Colleague About Jove

10.12: Células Estaminais Pluripotentes Induzidas
TABELA DE
CONTEÚDO

JoVE Core
Molecular Biology

A subscription to JoVE is required to view this content. You will only be able to see the first 20 seconds.

Education
Induced Pluripotent Stem Cells
 
TRANSCRIÇÃO

10.12: Células Estaminais Pluripotentes Induzidas

Células estaminais são células indiferenciadas que se dividem e produzem diferentes tipos de células. Normalmente, as células que se diferenciaram em um tipo de célula específica são pós-mitóticas—ou seja, elas não se dividem mais. No entanto, os cientistas encontraram uma maneira de reprogramar essas células maduras para que elas “se desdiferenciem” e retornem a um estado não especializado e proliferativo. Essas células também são pluripotentes como células estaminais embrionárias—capazes de produzir todos os tipos de células—e, portanto, são chamadas de células estaminais pluripotentes induzidas (iPSCs).

As iPSCs são potencialmente valiosas na medicina, porque um paciente que precisa de um tipo de célula em particular—por exemplo, alguém com uma retina danificada devido à degeneração macular—poderia receber um transplante das células necessárias, produzidas a partir de outro tipo de célula do seu próprio corpo. Isso é chamado de transplante autólogo, e reduz o risco de rejeição de transplantes que podem ocorrer quando os tecidos são transplantados entre indivíduos.

O Processo

Para criar iPSCs, células maduras, como fibroblastos da pele ou células sanguíneas de uma pessoa, são colocadas em cultura. Em seguida, genes para múltiplos fatores de transcrição são entregues às células usando um vector viral, e as proteínas dos fatores de transcrição são expressas usando a maquinaria da célula. Os fatores de transcrição ativam então muitos outros genes que são expressos por células estaminais embrionárias, fazendo com que as células voltem a um estado indiferenciado, proliferativo e pluripotente.

Ainda está a ser estudado se as iPSCs são verdadeiramente equivalentes às células estaminais embrionárias, mas parecem ser semelhantes e podem produzir células das três camadas germinativas do corpo. Como acontece com outros tipos de células estaminais, os cientistas estão a aprender como promover a diferenciação de tipos celulares específicos a partis das iPSCs de forma eficiente, para que os tipos de células necessários possam ser produzidos em quantidades adequadas.

Ensaios Clínicos Iniciais

O primeiro ensaio clínico transplantou células da retina derivadas de iPSCs em pacientes com degeneração macular relacionada com a idade. Desde então, vários ensaios clínicos com iPSCs foram aprovados para o tratamento da doença de Parkinson, doença cardíaca e lesão medular. Células retiradas de pacientes e transformadas em iPSCs também estão a ser usadas para estudar as suas doenças em laboratório. No geral, as iPSCs fornecem outra fonte de células estaminais para a investigação científica.


Sugestão de Leitura

Get cutting-edge science videos from JoVE sent straight to your inbox every month.

Waiting X
Simple Hit Counter